Na hora em que o bolso aperta, as moedas começam a valer mais, cada conta tem seu dinheiro contadinho para ser paga, cada investimento vira gasto e tudo que antes era essencial e inovador se transforma em supérfluo, em gastos desnecessários. Essa é a sensação que épocas de crise e recessão nos dá, uma noção errônea de que tudo que estamos fazendo pelo nosso negócio é falho, de que tudo não passa de ilusão.
Calma lá meus amigos, não sejamos tão extremistas. É fato que estamos em épocas de “vacas magras” contudo, não podemos nos desesperar e o momento certo para testar novas estratégias, inovar e criar soluções inteligentes é agora!

Nesse texto, vou te dar 5 respostas que você deve dar a essa tal de crise e sair na frente no mercado sem precisar vender a alma. Então respira fundo, se acalme, pegue aquele cafezinho e vamos criar nosso plano de ação para chegar nas festas de fim de ano cheios de gás.

5-licoes-que-voce-pode-aprender-com-a-crise-1

1. Olhe mais ao seu redor: Em momentos difíceis, temos a estranha reação de parar tudo o que estamos fazendo, sem pensar, sem analisar, sem ter base ou referências de mercado. Isso se chama desespero e é comum em épocas de recessão. Assim como desempregados param de procurar emprego e se desesperam porque leem notícias como “Desemprego no segundo trimestre de 2015 tem a maior taxa desde 2012” ao invés de se capacitar e buscar novas alternativas, os empreendedores costumam realizar cortes sem ao menos analisar seu concorrente. O que será que eles estão fazendo para manter a clientela? O que será que existe de novo no mercado? Por que aquele meu concorrente continua com as postas abertas, o salão cheio, propaganda ativa?
Analisar seus concorrentes precisa ser o primeiro passo para entender qual deve ser seu próximo passo. Por exemplo, você sabia que segundo o eMarketer, 86% dos profissionais de marketing estão planejando aumentar o investimento em marketing de conteúdo? Simplesmente porque marketing de conteúdo gasta pouco, tem fácil acesso (online) e traz um resultado muito mais sólido do que propagandas mais apelativas e sem conteúdo.
Então a lição número 1 fica em analisar seus concorrentes.

2. Mensure cada detalhe: Tudo é mensurável. Cada detalhe, cada estratégia nova você pode mensurar. Com exceção do investimento em mídias tradicionais onde o investimento acaba sendo mais “achismo” do que resultado provado. É mais complicado saber exatamente quantas pessoas um anúncio em saco de pão atingiu por exemplo, do que uma divulgação online.
Diante disso, precisamos buscar maneiras mais fáceis e confiáveis de mensurar resultados, afinal de contas, cada real investido deve retornar a você e isso deve ser analisado em números.

3. Invista mais em tempo e deixe o dinheiro em segundo plano: Como vimos na informação do tópico n° 1, o marketing de conteúdo será a bola da vez e antes de pensar em dinheiro, é preciso pensar no que é marketing de conteúdo, o que fazer para atingir seu público através de conteúdo autoral, relevante, conteúdos que realmente serão úteis e informações que levarão seu cliente até você.
Tudo isso requer muito mais conteúdo do que dinheiro. Vamos ser práticos, se você quiser fazer um anúncio em uma TV por exemplo, você gastará mais dinheiro do que tempo, porque pode contratar uma agencia especializada para criar o roteiro, dirigir e gravar esse comercial. Já usando a internet, você precisará de mais tempo para investir em pesquisa e em ouvir seus clientes, entendendo o que eles precisam saber e o que irá acrescentar na decisão de compra de cada um deles.
Diante disso, o que precisamos priorizar? O tempo! Na falta de dinheiro suficiente para fazer ambos, mais vale você mostrar seu valor de maneira integral aos seus usuários, do que criar uma propaganda vazia.

5-licoes-que-voce-pode-aprender-com-a-crise-3

4. Esteja onde as pessoas estão: “O brasileiro passa em média 5,3 horas por dia na internet” – (Dell, em parceria com Ibope Conecta) “Mais de 120 milhoes de brasileiros estão conectados” (Segundo pesquisa da ONU) Já deu para perceber que onde os brasileiros mais estão é na internet, não é mesmo? Vamos pensar juntos: Se os brasileiros estão na internet em sua maioria, se a bola da vez é o Marketing Digital de conteúdo, onde você e sua empresa deve estar?
Essa é fácil, na internet, claro. Mas mesmo assim muitas empresas ainda não entenderam que estar na internet é fundamental e que isso vai ajuda-las a estar mais próxima desses mais de 100 milhões de brasileiros conectados. A era digital nos traz uma vantagem, você pode estar em qualquer parte do mundo que consegue se comunicar exatamente com que precisa, fascinante e indispensável para que seu negócio prevaleça na lembrança dos seus clientes mesmo em tempos difíceis.

5. Nunca desacelere: Vou usar agora uma analogia que um professor usou comigo: “Jamais desacelere. Se imagina em uma escada rolante, se você mantiver o mesmo ritmo que a escada, você nunca sairá do lugar. Se você desacelerar, a escada te levará para onde ela quiser. Se você for mais rápido do que a escada, você irá para onde quiser.”

E é com essa analogia que termino esse post, nunca desacelere, se precisar por alguns momentos manter o ritmo até que as coisas se acalmem, que isso que vire rotina e que seu próximo passo seja sempre mais rápido e certeiro do que o anterior. O mercado é como uma escada rolante, ele não desacelera para que você o acompanhe, ele não vai mais rápido do que um mundo a não ser que algo de extraordinário aconteça. O seu mercado está em suas mãos, em saber o que fazer na hora certa e com um objetivo certo então, jamais desacelere!